Paris 02/03

Rafael e eu deixamos para ir ao Arco do Triunfo à noite (umas 22 horas). Nós queríamos ver o pôr do sol e evitar fila. A vista do arco é linda, nós fizemos uma boa escolha. É um ótimo local para ver o sol se pondo e transmitir ondas de amor. Enquanto Rafael ficou batendo algumas fotos, eu fiquei observando! Ele olhava através da lente da câmera e eu da lente dos olhos <3.
OLYMPUS DIGITAL CAMERA

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Depois de dormirmos um bocadinho, acordamos querendo ir ao Centre Pompidou ( o maior museu de arte moderna da Europa ❤ ). Eu queria abrir os olhos e ver o céu azul de Kandinsky. E acabei vendo muito mais!

Logo que entramos vimos uma aula de arte para crianças. O professor explicava as cores do quadro de Chagall, o significado, as pinceladas e as crianças perguntavam e faziam observações. Nós achamos isso a coisa mais linda! O interesse das crianças, o silêncio observador e a aula diante dos quadros reais… nos tocou. Eu fiquei espiando e tentando entender algo com o meu francês enferrujado.

Andando mais pelo museu vimos obras de Duchamp, Miró, Modigliani, Matisse, Chagall, Francis Bacon, Kandinsky etc. Aí, não teve como o coração não se lembrar dos livros de arte que li um dia.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Assim que saímos do museu fomos almoçar num restaurante chamado Le Comptoir De La Gastronomie.

Cheios e felizes, nós fomos andar pela região da Notre-Dame (Île de la Cité). Decidimos entrar na Sainte-Chapelle e esperamos mais de 40 minutos na fila. Isso foi desanimador. A igreja é bem gótica, cheia de vitrais e de gente :(. Era tanta gente que dava agonia. Os vitrais são lindos, mas nós saímos rapidamente. Depois de 40 minutos com a cabeça debaixo do sol, esperávamos ver algo mais grandioso. Algo que nos fizesse desmaiar, rs!

Querendo escapar de todos, fugimos para La Conciergerie. Uma prisão gelada, escura e cheia de história. Durante a revolução francesa, Maria Antonieta ficou presa lá.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Antes de partirmos para o Pantheon, nós pegamos as bicicletas e resolvemos dar mais uma volta pela Île de la Cité (o ❤ de Paris). Um breve “até logo” para depois irmos pedalando com calma até o Pantheon.

Nós deixamos as bicicletas perto do Jardim de Luxemburgo, cruzamos o jardim a pé e fomos procurar algum lugar para tomar sorvete. Quando vimos uma vendinha da Amorino, ficamos felizes. Era como ver água no deserto. Tomamos o sorvete sentados num batente 😀 que nem dois adolescentes.

Pulando e saltitando, entramos no Pantheon para sentirmos na pele a grandiosidade do lugar. 

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

No final da tarde ou início da noite, nós fomos para Montmartre e tivemos uma noite cheia de desaventuras.

No Cafe des deux Moulains, a nossa máquina pifou. Para completar o famoso crème brûlée do lugar era bem comme ci comme ça (mais ou menos). Fomos numa FNAC para ver se tinha alguma solução para a nossa câmera ou se tinha alguma outra câmera boa. Saímos com as mãos vazias. No metrô, eu tomei uma multa (história longa, hahaha). E jantamos num restaurante ruim de doer!

Voltando para casa, Rafael me consolou. Ainda tínhamos a máquina pequena e mais três dias lindos em Paris! E para quem já perdeu um passaporte quando estava viajando sozinha… uma noite com poucas desaventuras é bobagem <3. No apartamento, nós rimos e assistimos um pouco de tv para relaxar.

2015-06-04_10-01-43

3 comentários sobre “Paris 02/03

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s