Gabriel e meus dilemas

DSC05254

Desenho Gabriel, pensando nos meus dilemas. Escuto um anjo balbuciar palavras bonitas e choro. Sorrio quando escuto o barulho ensurdecedor dos ruídos das estrelas. Tudo que é belo mora longe, penso. Sinto saudade todo minuto. Saudade é a minha doença. 😦 Fecho os olhos e leio: “Era ainda jovem demais para saber que a memória do coração elimina as más lembranças e enaltece as boas e que graças a esse artifício conseguimos suportar o passado“. A saudade é tão grande (grito!) que sinto saudade até do mundo em que não habito.

*Você gostaria de ver o rosto de Gabriel García Márquez numa caneca?

Um comentário sobre “Gabriel e meus dilemas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s